Relembrando a volta pra casa

Nem sentimos a volta pra casa de tanto que já havíamos rodado, foi super tranquilo. Saímos na sexta pela manhã do Condorito, Córdoba ao meio dia e no final do dia viajando bem na manha por uns 300km chegamos no Bar El Cruce que na verdade é um posto de gasolina e onde havíamos passado a primeira noite da viagem acampados debaixo das árvores. O único problema é o barulho constante da estrada ali ao lado. Atrás do carro um restaurante que só abria mais tarde na noite e pro lado direito um estacionamento de carretas, o Bar El Cruce e um posto de gasolina velho. Tudo bem “argentino”. Mas o lugar não tem nada demais e nem sequer para muita gente. Porém a comida é boa e bem servida e tinha a deliciosa cerveja Santa Fé de litrão. Como a gente também sabia que era tranquilo dormir ali, fizemos um repeteco.

Segue a viagem tranqüila no dia seguinte e não demorou muito para chegar a fronteira. Olha a minha cara de tranquilão pensando que aproveitei bastante as férias.  Eu gosto mesmo de ficar dirigindo e curtindo a cena da estrada. Sério, eu poderia inclusive ser um caminhoneiro, não seria nada mau.

Sábado, back in Brazil! Uruguaiana! Notem que a primeira cena que os Argentinos tem do Brasil é essa. Quem foi o estúpido que deixou construir aquele prédio do lado da igreja?

Na noite de sábado resolvemos dar uma passadinha na casa do Tio Itagiba em São Gabriel já que fazia mais de uma década que não via o pessoal. Ainda tínhamos o domingo todo para viajar e curtir uma estrada. Eu não queria dirigir mais 300km a noite e perder a chance de visitar o pessoal. A Ingrid, filha do meu primo que não aparece na foto eu nem conhecia. Bem, nunca é tarde para conhecer novos parentes ou mesmo visitá-los depois de uma década.

A 30 km de São Gabriel, voltando, uma cena que me fez lembrar os bons tempos de infância que meus avós moravam aí na fazenda que a gente chamava de Lá Fora. A direita o galpão e a esquerda atrás das árvores a casa. Muito brinquei por aí, andei a cavalo e passamos anos e anos indo em verões e invernos. Talvez esse tenha sido o lugar que despertou em mim esse gosto pela natureza e vida rural. Um contraste muito grande com minha realidade urbana.

Bem, nesse domingo, último dia da viagem estava lindo como podem ver e tudo deu certo. A viagem toda foi inesquecível e aproveitamos demais. Agora ficamos aqui lembrando todo dia e vamos seguir postando mais fotos para quem está acompanhando. Todo dia fica passando as fotos no meu desktop e com calma percebo a quantidade de fotos incríveis que nos fazem lembrar detalhes que jamais lembraríamos. Para os que nunca foram e acompanham o blog, um incentivo para viajar a estes lugares que com certeza vão ser mais incríveis ainda vistos ao vivo.

 

Anúncios

Sobre Expedição Guanacos

Viagens de carro e bicicleta pela Argentina e Chile Ver todos os artigos de Expedição Guanacos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: